Monday, December 20, 2010

Tertulianos IV













há fronteiras realmente ou tua asa é muito rasa?

armadilha
o aço não é suave: translúcida,
a vidraça despedaça o
vôo rápido do pássaro incauto

fatalidade
de repente, a pedra – e a asa não
terá mais
passagem

infantil festim cruel
o pássaro (presa) jaz a-
pedrejado
aos pés solenes

poetave
eu, antes adaga, agora a-
ve para que onde houver fronteira
haja asa

poetave II
passo a catástrofe da passagem
de um a outro instante me indagando:
“derivo de que ave?”


Um Relance Para Líria Porto

redemunho

circum-arisco vento célere
– que fico o sigilo do
chão de um rio –
em plena empoeirada rua

o sol me cega me sega o sol o sol me seca
o tato e sinto a sede tanta
de um mar interno

e para que meu cerne se reensolare
– poesia não duela afagos
(meço apaziguamentos
peso ausências)
– você me traz alumbrado mar

me relenta me
cataventa

me estende versos em lamparina
adivinhando enfim onde é
mais noite em mim



Aos Sóis Que Se Apagam

alcatéia

de fauna cataclísmica
(aves bélicas
borboletas de rapina)

pervagam avessos pastores

– dentro deles há
um céu vasto
despenhadeiros
a lua alumbradora
e um abismo sobre o qual
adeja o caos que lhes medita –

à fome intensa
à sede indelével
poetas (lobos) todos
comem/bebem até as
vísceras da presa

depois
lambem o focinho
e se vão
como se nada
houvesse acontecido


Wilson Torres Nanini, policial militar de minas gerais por ofício, poeta por extravio, nasceu em Poços de Caldas/MG, em 25/01/1980. Casado, reside com a mulher Carolina em Botelhos. Cursou Letras na Unifeob, de São João da Boa Vista/SP, contudo, abandonou o curso antes de se formar. Seu primeiro livro de poemas, ainda não publicado, intitula-se Quebrantos, Relances e Abismos ao Relento.


A Música Que Toca Sem Parar:
a imortal Nina Simone gorjeia Don't Let Me Be Misunderstood.

30 comments:

Zélia Guardiano said...

Ah, a poesia do Wilson...
Foi uma das minhas primeiras descobertas gratificantes, assim que entrei neste mundo da blogosfera.
Sou loucamente apaixonada pelas suas letras!
Valeu, e valeu demais, meu amigo Roberto!
Um abraço apertado da
Zélia

Assis Freitas said...

O Nanini é cabra de versos afiados, serpenteia nos conformes dos repentes, labuta nas muitas trilhas e descaminhos,

grande abraço

p.s. eu coloquei num cd essa versão da Nina, a de Joe Cocker, a clássica do The Animals e a dançante do Santa Esmeralda

Lua Nova said...

O que é isso, Roberto, que delicada sensibilidade! Nem sei dizer qual foi mais fundo em meu coração. A primeira fez-me chorar.

"...poetave
eu, antes adaga, agora a-
ve para que onde houver fronteira
haja asa..."

A segunda fez-me desejar tê-la escrito...

"me estende versos em lamparina
adivinhando enfim onde é
mais noite em mim."

Arrebatador!

E a terceira, ah a terceira é dolorosamente verdadeira:

"– dentro deles há
um céu vasto
despenhadeiros
a lua alumbradora
e um abismo sobre o qual
adeja o caos que lhes medita –"

Me exlica, e desculpa minha ignorância, quem as escreveu?
Foi esse Wilson, policial militar?
Esse livro será publicado?
Estou encantada.

Quer dizer que, como eu, não aprendeste a lição e continuas vivendo a vida como se só houvesse hoje?
rsrsrrs... como é difícil explicar as cobranças do amanhã para certos amantes da vida... eu sei... sou um deles...

Beijokas, Roberto.

Mirze Souza said...

Já sei, Roberto!

Seu IBOPE vai para as alturas.

Wilson Nanini, (esqueci de dizer) também me pertence). Um poeta para entre mil! E do novo, a Líria, minha musa!

Rapaz, o que é isso?

O bom é que posso ler os dois aqui!

Beijos, Roberto. JUÍZO!

Mirze

J Araújo said...

Estamos vivendo os últimos dias antes do natal, é hora de refletir para que possamos rever o nosso passado para melhorar o nosso futuro. Que Deus nos abençoe e brilhe com sua luz perante você, abrindo o caminho até Ele!
São os votos de J Araújo

Abraço

Primeira Pessoa said...

Reflitamos, J Araújo.
Que Deus nos abençoe, sim.

Um ano novo com o espírito de natal. É o que desejo a voc6e.

abração do

Roberto.

Primeira Pessoa said...

ah, mirze, cê tá me tomando tudo...
assim eu me descompenso...

beijão,

roberto.

Primeira Pessoa said...

lua nova,
wilson nanini é, sim, um policial militar (como o foi meu pai por uma vida inteira).
é um menino que adoro, que escreve muitíssimo bem. e do qual ainda escutaremos muito.
ele tem um blog muito legal e, tenho certeza, você irá curtir. anote aí:

http://wilsonnanini.blogspot.com/

beijo grande e poesia de wilson nanini pra você.

r.

Primeira Pessoa said...

zé de assis,
quando eu chegar em casa vou lhe enviar a versão de elvis costello (também muito boa).

wilson nanini?
cabra bão!

beijo grande do

roberto.

Primeira Pessoa said...

zélia, querida,
tenha a mais absluta certeza de que todos nós somos profundamente apaixonados por você.

afeto do

roberto.

Luciana Marinho said...

indagação cortantemente sublime...

beijoca, roberto!

Primeira Pessoa said...

que bom que passou por aqui, luciana.
já tava sentindo sua falta.
fico feliz que tenha gostado da escolha.

beijo grande do

roberto.

Rejane said...

Passando para desejar um Natal de muita tranquilidade e harmonia.
Rejane

Primeira Pessoa said...

eu seu natal seja tudo isto, rejane.
e o ano novo, muito mais.
abração do
roberto.

Magnolia said...

Feliz natal, Roberto
Bj

Tania regina Contreiras said...

Que extravio bom o desse moço...Poeta por extravio. Ah, quem dera todos os extravios dessem em poesias como essas, Roberto.
Bom, será que tenho de desejar Feliz Natal? Hum...é que não gosto dos natais. Mas, vá lá: feliz natal, Roberto, vc é uma figura maravilhosa!
Bjos

OutrosEncantos said...

Roberto,

Que escolha maravilhosa de poesia, você fez! Eu vinha te desejar um Natal de saúde a normalizar, rápidamente, com muito amor de roda e paz também e me deparei com esse trio de poemas lindos. :))

Abraço, Roberto e tenha pena desse pobre coração...

líria porto said...

o nanini, para mim, é um poeta completo - belos versos, lindas metáforas, domínio da língua - e o poema que ele me dedica é, entre os belos, o mais belo que já recebi!
besos

MariaIvone said...

Passei para desejar um Feliz Natal


´´´´´´ ✫


✫´´´´´´´´´´ ✫ ´´´´´´♥
,´´ ✫´´´´ ✫´´´´´´´´♥♥♥
. ✫ ´´✫ ´´´´´´´´´´♥♥♥♥♥
✫´´ ✫´´ ✫´´ ✫ ´♥♥♥♥♥♥♥
` ✫ ´´✫ ´´´´´´´´♥♥♥♥♥♥♥♥♥
✫´´´´´´´´´´´´´´♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
. ´´✫ ´´✫´´´´ ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
, ✫´´ ✫´´´´´ ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
✫´´ ✫´´´´´´´´´´´´ ╬╬╬╬


Beijos
MariaIvone

Jorge Pimenta said...

querido amigo,
não poderia festejar este natal sem antes deixar um abraço com a neve que escalda aos meus amigos - a ti, em especial!
que o frio branco da jersey não ouse cruzar a janela, nesta como nas demais noites de um natal que tu seguramente sabes fazer acontecer para lá da data.
um forte abraço!

Primeira Pessoa said...

jorgíssimo,
disseo-o no Viagens, repito-o aqui: sua amizade foi um dos meus melhores presentes antecipados de natal. e, melhor ainda, presente e presença o ano inteiro.
e que 2011 seja (para todos nós) feito de 365 dias dentro do espírito das festas de final de ano.

afeição e amizade do

roberto.

Primeira Pessoa said...

´´´´´´ ✫


✫´´´´´´´´´´ ✫ ´´´´´´♥
,´´ ✫´´´´ ✫´´´´´´´´♥♥♥
. ✫ ´´✫ ´´´´´´´´´´♥♥♥♥♥
✫´´ ✫´´ ✫´´ ✫ ´♥♥♥♥♥♥♥
` ✫ ´´✫ ´´´´´´´´♥♥♥♥♥♥♥♥♥
✫´´´´´´´´´´´´´´♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
. ´´✫ ´´✫´´´´ ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
, ✫´´ ✫´´´´´ ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
✫´´ ✫´´´´´´´´´´´´ ╬╬╬╬


gostei, maria ivone!
gostei!
feliz natal procê e todos os seus!

abração do

r.

Primeira Pessoa said...

o nanini é isso, mas é muito mais.
sou fã deste moço, lírica.

e, só não fico com inveja do presente que ele lhe deu, porque também ganhei um, lindíssimo... rs

feliz natal, minha querida.
cê sabe que te adoro, né?

que 2011 nos conserve lado a lado, agarradinhos como carrapicho na meia.

beijos,

r.

Primeira Pessoa said...

moça dos outrosencanotos,
fico feliz que a poesia de wilson nanini tenha chegado ao seu coração.

sim, dói um bocado... mas é uma dorzinha fina e boa... né?

beijão,

r.

Primeira Pessoa said...

taninha,
tenho motivo mais do que justo para não gostar de natal: nunca ganhei a minha caloi...rs
mas é a época do ano em que há mais fartura na mesa, as pessoas ficam mais generosas, famílias se reunem.

eu, por mim, tinha 365 dias de natal.
pora compartilhar com amigos queridos, como voce.

beijo grande, taninha.

r.

Primeira Pessoa said...

eu lhe desejo o mesmo, magnólia.
e desejo em dobro. em triplo... e por aí afora...
e por aí adentro...

grande abraço do

roberto.

Fouad Talal said...

feliz natal beto!

procê e para os seus!
que em 2011 nossos laços se fortaleçam cada vez mais e que você tenha saúde em dobro "só mia quando eu respiro" pra gente se encontrar muito ainda!
manda um beijo pra todo mundo!

beijão!

Primeira Pessoa said...

fouad,
c6e sabe que sua amizade foi um presentaço antecipado que ganhei, né?

nossa história continua em 2011 e em todos os anos que ainda hão de vir.

beijo grande do

roberto.

Wilson Torres Nanini said...

Roberto,

presentaço de Natal que vc me deu, meu amigo. Estar exposto aqui fez meu avesso pulular de alegria!

Muito obrigado!

E que seu Natal seja como tem que ser, com a pieguice de sempre, mesa farta, dicção comovida, a família por perto.

E o Ano Novo ainda mais fértil!!!

Forte abraço!!!

Primeira Pessoa said...

nanini,
presenteei meus amigos com a sua poesia. e todo mundo se deu bem.

rogo agora que aí em botelhos, aqui em new jersey, em teófilo otoni, em bh, em paris, em bagdá, em santana do livramento, londres e calcutá... e em todo canto onde estiver respirando gente, o espírito do Menino se faça presente, cobrindo-nos de paz.

e que 2011 nos faça justiça.

abraço amigo desse seu amigo tertuliano, o

roberto.