Sunday, August 8, 2010

... porque hoje é Dia dos Pais....


















As Mãos do Meu Pai


As tuas mãos tem grossas veias como cordas azuis
sobre um fundo de manchas já cor de terra
— como são belas as tuas mãos —
pelo quanto lidaram, acariciaram ou fremiram
na nobre cólera dos justos...

Porque há nas tuas mãos, meu velho pai,
essa beleza que se chama simplesmente vida.
E, ao entardecer, quando elas repousam
nos braços da tua cadeira predileta,
uma luz parece vir de dentro delas...

Virá dessa chama que pouco a pouco, longamente,
vieste alimentando na terrível solidão do mundo,
como quem junta uns gravetos e tenta acendê-los contra o vento?
Ah, como os fizeste arder, fulgir,
com o milagre das tuas mãos.

E é, ainda, a vida
que transfigura das tuas mãos nodosas...
essa chama de vida — que transcende a própria vida...
e que os Anjos, um dia, chamarão de alma...


- Mario Quintana -

* meu pai está aqui em New Jersey. Passaremos o dia juntos e será especial. Ela não vinha aqui desde o verão de 2008, ocasião em que tiramos esta fotografia no Pier 17.


A Música Que Toca Sem Parar:
Salif Keita, menestral de Mali, Papa.

49 comments:

Paulo Jorge Dumaresq said...

Caro amigo, parabéns pelo Dia dos Pais.
Que você curta bastante a data ao lado do seu e da suas filhotas.
O texto do mestre Quintana é estupendo!
Só me reta calar de diante de uma pérola com esse brilho.
Ótimo domingo, Roberto.

Assis Freitas said...

Parabéns a ti, parabéns ao teu pai, fico feliz que ele esteja aí ao teu lado, então comemore. Festeje a vida que é tão encantadora. Por cá eu fico com as lembranças de "seu" Zé Freitas que já se foi há alguns anos. Meus filhos estão comigo e vamos vivendo a eternidade desses instantes.


abraço desse teu irmão

Primeira Pessoa said...

assis,
conheço pouco de perdas. lembro-me de minha avó e de três tios, irmãos de meu pai.
to nesse momento aí... de aproveitar cada momento possivel ao lado deles.

é preciso, brother.
é preciso ir eternizando isto tudo. enquanto temos tempo.

parabéns a ti, tão pai quanto eu.
receba uma braço meu.

esse seu amigo,
o
roberto.

Primeira Pessoa said...

paulo poeta de ponta negra...
tentrei curtir este dia, sim. e vou me comportar, prometo.
voarei baixinho, rs...

te deixo um abraço e muito de carinho neste dia que também é seu.

r.

Lua Nova said...

Nossa... fazia tempo que não vinha. O tempo é implacável e nos prega peças estranhas... às vezes fico sem saber se sou eu que me perco no tempo ou é ele que se perde em mim. Sei que li o que havia perdido e adorei tudo. Gostei demais dos poemas de Albano Martins. E o poema de Iara Maria, que coisa forte, densa! Insuperável seu texto Pic Nic nas alturas (pois deveria estar escrito td aquilo na plaquinha de proibido fumar. Fumantes não se mancam rsrsr...e são mto sensíveis!) Bem, o Ferreira Gular é impar e a franqueza dele é mto lúcida.
Enfim, o texto do mestre Quintana é uma grande homenagem e uma ótima escolha.
Mas, quero falar mesmo é de um comentário que vc fez no blog de "Pedaços de Nuvens": "é abrir a janela do peito, deixar entrar uma brisa, o sol... arejar-se por dentro...
e sair às ruas de nós mesmos."
Adorei isso. É de uma leveza quase lírica.
Querido, que sua semana seja maravilhosa. Passe no Chocolate, pois adoro seus comentários. Alimentam a alma.
Beijos.

Lua Nova said...

Ahhh... feliz dia dos pais na companhia dos seus.
Beijos.

Luciana Marinho said...

que poesia mais bela... me emocionei.
hoje encontro meu pai no silêncio profundo, como um manto de luz que me cobre de sentimentos. muitas saudades. beijão, roberto!

Wilson Torres Nanini said...

Roberto,

parabéns pelo pai que tem e pelo que é.

E pelo Quintana cataventando o dia.

Forta abraço!!!

Mirze Souza said...

Parabéns, Roberto!

Parabéns ao seu pai, também. É uma dádiva estar pai e filho juntos neste dia.

As mãos dos pais. Grande representação poética!

Beijos

Mirze

LHÚ WEISS said...

Olá! aproveite bem esse dia dos pais com o seu pai!
Abraços
Lhú Weiss

Primeira Pessoa said...

Lhú,
eu e ele ja combinamos replantar a grama do fundo do quintal..rs
programa de índio... em dia quente de verão por aqui.

bom demais.

beijão,
r.

Primeira Pessoa said...

mirze,
estas mesmas mãos que me deram uns "corretivos"...rs

o lula quer acabar com as palmadas de pai e mãe, o que é uma bobagem.
as palmadinhas na hora certa e pelos motivos certos nos imp~poem limites, quando meninos.
isto nos dará segurança, quando adultos.

é minha mais sincera opinião.

beijão,
r.

Primeira Pessoa said...

wilson,
você, casado de pouco, mas que ainda será pai.
curta este dia como "adiantamento" de felicidade.

ser pai é uma das melhores emoções que conheço.

beijão,
r.

Primeira Pessoa said...

lua nova,
de vez em quando saem umas coisinhas sem maior importância.
no mais, sou só deserto...rs

beijo grande procê,
do
roberto.

Luiza Maciel Nogueira said...

Feliz dia dos pais!

Deixaste uma bela lembrança do Mario Quintana por aqui.

Bjs

Primeira Pessoa said...

obrigado, luiza.
sim, quintana, o pra sempre quintana...

sou fã de carteirinha.

abração do

roberto.

Primeira Pessoa said...

luciana,
acho que mesmo depois que eles partem, continuam conosco, sangue que corre e percorre nossas veias.

de vez em quando, eu ja sinto esta saudade (precoce) a que se refere.

e dói.
esta é a saudade que dói.
essa da impossibilidade de um abraço, um beijo, um conselho, uma aperto de mão.

que seu dia seja de luz.
e de luz somente.

beijão do
r.

Ira Buscacio said...

Visitando amigos encontrei vc e na primeira pessoa digo: EU ADOREI!
Casa de quintal grande pra gente se espreguiçar ao sol.
Um dia dos Pais mt cheio de amor
Bjs

Primeira Pessoa said...

e tem uma turma bacana que se reúne, compartilha e se espreguiça neste quintal.

seja mais que bem vinda, Ira.

abração do

roberto.

Juliana M. Mesquita said...

Olá! ainda bem que nunca é tarde para a leitura. Não conhecia essa beleza, muito especial.

Primeira Pessoa said...

juliana,
só acaba o jogo quando o juiz apita.
sim, é verdade, nunca é tarde. e, no seu caso, veio bem cedinho essa sua vontade, que certamente te fará crescer muitíssimo.

volte sempre que tiver vontade ao Primeira Pessoa, esse minifúndio de afetos.

te deixo um abraço dos meus.

desde new jersey,
o roberto.

Fernando Campanella said...

Belíssima, merecida homenagem, Roberto. Vc e ele estão bem na foto, e maravilha o poema do Quintana. Abração, meu irmão.

Tania regina Contreiras said...

O Dia dos Pais já se finda, que bom tu pode estar com o teu, que lindo o texto de Quintana, que saudades do meu (sempre), que faz tempo partiu...mas ficou.
Beijos, Roberto

líria porto said...

betinho
beijo pra ti, pra teu pai!
líria

Moni. said...

Bela homenagem...
Que o dia esteja sendo especial!

Abraços e ótima semana.

Moni

Primeira Pessoa said...

moni,
está sendo. até sapecamos uma carne...e bati uma corona redondinha... enquanto proseamos... esmiuçamos reminiscências...

esteve e está, muito bom.

abração,
roberto.

Primeira Pessoa said...

beijo entregue, lírica.
no plural.

beijos procê também.

plurais.

r.

Primeira Pessoa said...

tanis,
estamos nos apertando no sofá pra ver cruzeiro x gremio purdente...
meu irmao também aqui... mamãe me fazendo uma massagenzinha nos pés... ta fraco, não...

beijos,
r.

Primeira Pessoa said...

fernando, boas fotos, mesmo, são as que saem da sua máquina...
sou fã... você sabe.

abração,
roberto.

Lara Amaral said...

Que bacana! Aproveite aí com seu pai. E parabéns para vcs dois.

Beijos.

Primeira Pessoa said...

cabou o dia por aqui, larinha.
so não foi melhor porque o cruzeiro empatou:-(

de resto, tudo bão.

beijo,
r.

Tania regina Contreiras said...

Tá num vidão, heim? Paparicado pela mãe, na companhia do pai,irmão...Vc tá fraco mesmo não! :-)
T.

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) said...

Roberto,
Chego tarde, mas não poderia faltar a este post temperado a Quintana. Vislumbrar o Sr. Lima, seu pai, com quem sempre aprendi tanto sobre o ser humano, das vezes que eu xeretava a conversa dele com os mais velhos lá em casa, ou em São Raimundo, das vezes outras que eu ia lá com o Rudson, visitá-lo.
E revê-lo aqui, é repisar o quintal de terra lá de casa, território que ele frequentou cozinha adentro, amigo de toda a família, que o recebia com muita honra pruns almoços de domingo.
Deixo um abraço carinhoso pra ele, e outro procê: pais deverasmente Pais.

Abraço do Valadão,
Ramúcio.

Primeira Pessoa said...

pois é, ramúcio, e não é que seo totoca tá muito melhor do que eu?
saímos todas as manhãs pra caminhar, potualmente às 7.
ele me acorda bem antes, com um bordão:
- vamos caminhar, rapaz. srte horas não é sete e um...rs

acho bonitinho.
como bonita é a sua presença, cada vez mais tardia (só não esperneio porque o ciúme é a véspera do fracasso) aqui, neste este minifúndio de afetos...


abraço grande,
roberto.

Primeira Pessoa said...

uai, taninha...
eu também sou filho deles, né?

de vez em quando careço e mereço...

beijão.
uma bela semana pra todos nós.

r.

Jorge Pimenta said...

caro amigo, após a leitura do poema de quintana e da nota de rodapé percebi que celebras a chegada do teu pai a jersey para uma jornada contigo em que, certamente, esbanjarão saudades e gargalharão sobre a nostalgia. para além disso, deduzo que a ilustre chegada coincide com a data que assinala o dia do pai. curioso... cá em portugal é no dia de são josé, o 19 de março.
de uma ou de outra forma, desfrutem da presença um do outro; afinal esta é a melhor forma de celebrar a vida!
um abraço com ambos os braços!

Primeira Pessoa said...

jorgíssimo,
seo antonio já estava aqui desde o dia 14 de julho. coincidiu com a data festiva aos pais em terras de santa cruz.
foi apenas um motivo extra pra celebrar nossa família... e aí, bebemos umas coronas, sapecamos uma carninha na grelha, vimos o jogo do cruzeiro na tv... essas coisas...
tê-los por perto, só valorizamos em sua total extensão, quando passamos a compreendê-los (e a nós próprios) melhor.

é como dizia o poeta: a vida é bela. nóis é que fod'ela.
rs

viver e aprender. isto é tudo de bom.

boa semana pra nós, bardo bracarense.

abração do
roberto.

Zélia Guardiano said...

Sem comentáio, Amigo Roberto...
Texto de Mario Quintana...
Música de embebedar a alma...
Você, feliz, a curtir seu pai e a mostrar foto dos dois...
Não é preciso falar nada; só ficar, demoradamente, aqui nesta sua página...
Grande abraço!

Francisco de Sousa Vieira Filho said...

Cor.ação mão.nu.seu.ar... :D

Fouad Talal said...

Parabéns pra ti e pro teu velho Beto...

meu bateu um aperto aqui no peito vendo seu pai, que lembra meu avô Tatão que foi pai de 11 filhos...

dói.

FT

Primeira Pessoa said...

fouad,
vô tatão era brinquedo, não.
onze?
ja não se fazem mais homens com 11 filhos.
esses caras fantásticos nos ensinam muitíssimo, deixaram lições valiosas e lacunas impreenchíveis.

são sapatos grandes que nossos pés jamais preencherão.

abraço grande,
r.

Primeira Pessoa said...

zélia,
mario quintana era diferenciado, talvez o mais huamanizado de todos os autores brasileiros.
cada texto, uma cátedra de compreensão da alma humana.

sou fã demais.
depois te mando a canção que tocou no PP nos últimos dias.

beijo grande,

r.

Primeira Pessoa said...

coração, francisco,
o músculo da emoção.

abraço meu,
r.

Magnolia said...

Um beijo

Jú B.' said...

o texto é muito lindo e parabéns pelo blog :D

Primeira Pessoa said...

muito grato pela visita, Ju B...
visitarei seu espaço, deixarei por lá as minhas impressões digitais.

grande abraço do
roberto.

Primeira Pessoa said...

beijo grande pra ti também, magnolia...
fazia tempo que não te via entre os meus.

Andrea de Godoy Neto said...

Ah, esse quintana...

muito legal essa foto, te achei parecido com teu pai =)

beijo grande, roberto

Primeira Pessoa said...

sim, somos bem parecidos, andrea.
aliás, cada vez mais parecidos... inclusive nas manias...rs

beijo grande pra ti.
tava sentindo sua falta por aqui.

beijão,
r.