Tuesday, August 10, 2010

Saiu do Forno













Caros amigos!
É com orgulho mineiro que inauguramos o blog coletivo Tertúlia Pão de Queijo!
Esse espaço foi idealizado há algum tempo e estava sendo amadurecido até que pudesse ser colocado "à prova". A idéia é que nossos amigos e a mineirada que gosta de literatura e atua na blogosfera se reconheça nesse espaço e possa usá-lo também pra mostrar suas escrivinhações.
Estamos aguardando a resposta do convite que fizemos a alguns escritores para se tornarem colaboradores do espaço e dar início as postagens. O blog também permanece em constante construção: A manutenção e acréscimo de escritores nas seções 'da nossa terra' e 'blogs das gerais' se dará na medida de nossas forças, levando em consideração que aqui em Minas, serviço dado é serviço cumprido!
Outro motivo de festa com direito a um banquete da roça é o primeiro encontro dos blogueiros de Minas Gerais que ainda está no cochicho, mas se tornará notícia em breve se tudo der certo!
Sejam todos bem-vindos!


Este, o link:

http://tertuliapaodequeijo.blogspot.com/


A Música Que Toca Sem Parar:
melodia de Filó Machado sobre palavras de Judith de Souza, Terras de Minas, na voz de Filó.



Matizes de verde cobrindo as colinas
As altas montanhas e os vales de Minas
E a gente se envolve, se encanta e exalta

A gente que quer tanta coisa que falta
O por-do-sol no horizonte rosado
A queima, o mato, o roçado
O rio lento de lama

E a terra e moça que não se enfeita,
Pois naturalmente já e bonita
E a gente sempre vai embora
Em busca do que ela não vem dar

Mas a gente sabe que chega
A hora de voltar
Coração em calma
E ver com olhos de alma
A terra crescer sem pressa
Do jeitinho que ela quer ser
Em Minas em Minas em Minas Gerais

27 comments:

Jorge Pimenta said...

já (a)provei! :)
um abraço, amigo!

Primeira Pessoa said...

então, adira, uai...
e aprenda a falar este dilaeto único no mundo, o mineirês...rs

estamos agregando alguns nomes bons das letras mineiras, jorgíssimo. você vai gostar.

beijão do

roberto.

Angel said...

Vou conhecer a nova casa, então!

Que bom vir a seu espaço, meu caro!

Abraço.

Gerana Damulakis said...

Aqui em Salvador já fizemos encontro dos blogueiros, foi ótimo.
Bom encontro para vcs.

Mirze Souza said...

Roberto!

Minha filha mora em BELZONTE! Conheço, mas tropeço muito ainda. O tal do "trem" sempre me pega:

_ Essa menina comeu um trem e passou mal!?

Vou anotar e colocar em meus favoritos, esperando não passar vergonha com o meu linguajar carioca.

Beijos e sucesso!

Mirze

Paulo Jorge Dumaresq said...

Robertão, longa vida ao "Tertúlia Pão de Queijo".
Na sequência, passarei lá.
Estou sem net em casa.
Aí a vida vira um inferno.
Bjs na alma, meu querido.

Primeira Pessoa said...

pj,
o blog tem tudo pra decolar. adira! (essa palavra lusitana demais...rs)... não se decepcionará.

ajulde-nos a divulgar entre os mais atentos.

beijo retribuído,
r.

Primeira Pessoa said...

mirze,
tem cempre um trem caindo num olho, um trem esparramando no chão e, a melhor de todas, quando cai uma ligação telefônica... "caiu o trem"...rs

beijo grande,
r.

Primeira Pessoa said...

gerana,
tomara que o novo blog agrade a gregos e baianos...

quero te ver lá, atenta, observadora, sensível... como sempre.

beijão do

roberto.

Tania regina Contreiras said...

Ah, eu já cheguei lá, que essa gente mineira chama a gente pelo cheiro! E onde tu vai nós vai atrás, vje lá onde nos leva! :-)
Beijo, Roberto

Francisco de Sousa Vieira Filho said...

Idéia maturada com sabor e cheiro e cor... das boas! :)

Zélia Guardiano said...

EBA!!!
Já me inscrevi como seguidora...
Sucesso!!!
Abraço, amigo Roberto...

Primeira Pessoa said...

zélia,
você sabe o quato nos honra com sua presença, não sabe?

beijo grande do

roberto.

Primeira Pessoa said...

francisco,
esperamos você por lá, trazendo essa sua sensibilidade piauiense pras montanhas mineiras.

abração do

roberto.

Primeira Pessoa said...

tania,
essa nossa turma é boa.
ainda nos reuniremos, todos em algum lugar do globo.

cê duvida?

beijão,
roberto.

Assis Freitas said...

essa mineirada junta, eita trem de doido, panelinha arretada, viva viva

abração

p.s. e aí o jogo da seleção tu foste?

Fatima said...

Que beleza sô!
Vida longa para o blog!
Bjs.

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) said...

Delima,
Uai! Se tem Paulinho Pedra Azul, Líria Porto, Roberto Lima, Romério Rômulo, Fouad Talal e demais escribas de rara estirpe, eu adiro; como, não?
Depois me ensina aonde você arruma tempo! Você, que pavimenta estradas que percorrem almas...

Abraço com admiração maior,
Darrama.

líria porto said...

betinho, teu quarto é do lado do meu, na pousada... risos
besos

Primeira Pessoa said...

eita...
cê vai escutar minhas insônias, meus pesadelos (pisadeiras)...

ó, e pra piorar, eu ronco durante a noite, lírica... me contaram que eu ronco...rs

beijao,
r.

Primeira Pessoa said...

da rama,
esse blog é criação do fouad talal, que vende esfifhas no centro de bh durante o dia e alimenta revoluções, à noite, inventando inconfidências mineiras...

é ele o ártifice.
eu? sou apenas comparsa, parceiro de crime.

por favor, podendo, divulgue a tertúlia entre os seus amigos no Canto Geral.

me encantaria. juro!

beijão,

r.

Primeira Pessoa said...

viva, fátima!
foi bonito entrar na tertúlia, hoje, e ver seu retrato na parede.

beijão,
r.

Primeira Pessoa said...

assis,
não fui ao jogo. vi o primeiro tempo na tv,adormeci no intervalo.
minha mãe fez canjiquinha com costelinha de porco, tomei dois gin tonicas no antes, duas coronas no durante... e um alka seltzer no depois...rs

dormi feito um suíno, espremido num sofá minúsculo e acordei achando que minhas costas tem vocação pra arco de violino.

meu irmao foi ao jogo. levou as filhas. eu fiquei com preguiça. mais um "téquino" gaúcho?

ô, viu só a curriola mineira? no encontro da turma, quero te ver lá.

rola? cê enrola? rs

eu acendo, a noite.

beijão,
r.

putas resolutas said...

faz mal não, tou ficando surda mesmo... risos

somos uma dupla perfeita!
besos

Fouad Talal said...

vai criando as lendas urbanas aí né Beto?

se bem que vendedor de esfirras na praça sete não é inimaginável...
num lugar onde tem hippies querendo fazer dreads no seu cabelo, gente oferecendo foto 3x4, estudantes do partido comunista revolucionário com suas bandeiras e skatistas pulando por cima da sua cabeça, tudo é possível...

bjo aí!

Primeira Pessoa said...

fouad,
vendo esfihas mas não vendo a alma...rs... nem as filhas...

praça sete? fauna mais louca: cantador cego, vendedor de pasta de banha de cobra que cura de frieira a câncer... shampu mágico de fazer crescer cabelo em capacete de motoqueiro...

tem ainda um faquir (dos pobres) que rola sobre cacos de vidros, um cabra que cospe fogo e um sujeito vende bilhetes daquela que só dá pra mineiro... a loteria...

o resto é lenda urbana...rs

beijão,
r.

Primeira Pessoa said...

dupla dinâmica, lírica...
um batman... e o outro...
rouba...

róba, como falamos no valadão.

beijão,

r.