Saturday, December 1, 2012

Leia o livro, veja o video




Os amantes, em geral,
passam noites inteiras
inquietos e ansiosos
- também eu.
 
Os amantes, em geral,
choram sobre as cartas,
dão telefonemas aflitos
- como eu.
 
Os amantes, em geral,
passam horas figurando
o corpo amado,
curvas, gestos, preferências
- como eu.
 
Os amantes em geral,
são patetas, maus estetas,
fazem versos ruins
e se chamam poetas
- como eu.
 
 
Affonso Romano de Santana
 
 
 
PS: Canção ressuscitada após ler o poema "Os amantes" de Bispo Filho em: http://bispofilho.blogspot.com/

10 comments:

Assis Freitas said...

fui lá ver o poema do Bispo: rapaz, o home escreve muito, poema de primeira grandeza,




abração broda

Tatiana said...

Roberto, eu aqui torcendo pro meu Gremio fazer bonito na despedida do Olimpico e ficar com a prata no brasileirão quando teu Cruzeiro nos ajuda um pouquinho. Obrigada, obrigada, amigo. Vamovamovamo

bispo filho said...

Grato pela referência, mano. E viva todos amantes! Abraço do Terenço.

byTONHO said...



Primeiro, onde anda esta pessoa?
Segundo, bela canção!

Abraço-tchê!

:o)

P.S.: Saíste do FACE?

Bandys said...

Lindos!!

Ah, como ser tanta emoção/Na harmonia do abraço
E ser somente esse abraço/Num continente de afeto?
O corpo completo sente/Que repleto não se cabe
É o coração em despejo/É a lágrima em seu trajeto
Que zelosa evita o lábio/Para não salgar o beijo.

E continuamos sonhando com tudo qué é delicioso.
Beijos e flores

Primeira Pessoa said...

zé de assis,
bispo filho é de torar.
sempre foi, desde menino, lá em sào raimundo.

abração, broda.

Primeira Pessoa said...

tatiana,
nos futebóis, grêmio e cruzeiro pisaram na bola.
o grêmio tinha mais a perder.
perdeu.

perdemos, né?

Primeira Pessoa said...

tonho,
saí do Face, mas vou voltar. primeiro, preciso aprender a usar, pra não me ferrar.
esse trem vicia, broda.

no mais, tô por aqui. tâmo, né???

abração,

r.

Tania regina Contreiras said...

O Bispo é fantástico, Beto! Viciei lá. Não é à toa que vocês são amigos. Gente que é gente toca profundamente, em prosa ou em verso.
Beijos,

Primeira Pessoa said...

taninha,
a gente cresceu junto, lá em são raimundo.
bispo filho já nasceu imenso.

beijão,
r.