Tuesday, September 28, 2010

Fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado recebe prêmio em Madri


O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, 66 anos, recebeu nesta terça-feira (28), em Madri, prêmio da Fundação Salve as Crianças por seus trabalhos em favor dos pequenos. Trata-se de mais um entre vários prêmios já recebidos pelo profissional, como o Príncipe de Asturias das Artes (1998), Eugene Smith de Fotografia Humanitária e Unesco, que lhe foram concedidos pelo trabalho humanitário que realiza desde o início da carreira.

Além do brasileiro, de Minas Gerais, foram premiados a atriz norte-americana Mira Sorvino, que é Embaixadora das Nações Unidas, o tenor catalão José Carreras, presidente da Fundação José Carreras de Luta contra a Leucemia, e a advogada e ativista dos direitos humanos iraniana Shirin Ebadi, Prêmio Nobel da Paz de 2003.

Na lista dos premiados, também está Danielle Mitterrand, viúva do ex-presidente francês François Mitterrand. Presidente da Fundação France-Libertés, a ex-primeira-dama de 85 anos não compareceu ao evento.

13 comments:

Carla Farinazzi said...

Então... em 1.998, sem dinheiro, sem lenço e sem documento, consegui (após um esforço enorme pra juntar 180 reais), comprar um livro/álbum/tudo... não sei como me referir a essa obra, do Sebastião Salgado. "Êxodos". Uma obra MARAVILHOSA que me proporcionou conhecer esse talento riquíssimo do fotógrafo (? é pouco referir-se a ele assim, simplesmente. historiador, lúcido, conhecedor, sensível, humano) Sebastião Salgado. As lentes de suas câmeras captam imagens inimagináveis, recontam e contam uma história emocionante.

Desde então, sou fã desse artista maravilhoso, que o teu blog me trouxe, como uma recordação intensa.

Obrigada...

Grande beijo

Carla

Luciana Marinho said...

belíssima obra! que alegria saber disso. pesquisei salgado em meu mestrado. grande sensibilidade.

beijoca!

Pólen Radioativo said...

O premio dado ao Sebastião é mais que merecido, caríssimo Roberto!
Aliar sensibilidade estética com sensibilidade humanitária não se encontra todo dia por aí.
O Sebastião é um orgulho pra todos nós.

Tuas postagens são sempre tão lindas e necessárias... Que bom que a virtualidade me permite estar sempre próxima.

Beijão.

Assis Freitas said...

gente boa e um craque esse Sebastião, mais do que merecido


abração

líria porto said...

betinho
os brasucas são ph...d!

conheces o walter firmo? outro fotógrafo porretíssimo - e não é que ele ficou meu amigo? é aquele que fotografou pixinguinha na cadeira de balanço - depois procura no santo google que o encontrarás!
besos

ah - mosquitos me amam - é minha segunda dengue... risos

Magnolia said...

Merecido... Ele é fantástico
Beijo

Primeira Pessoa said...

sim, magnólia...
SS é genial.

abração do

r.

Primeira Pessoa said...

essa foto de pixinguinha é lindíssima... no que te li, revi a foto, na hora...

beijão, lírica!

Primeira Pessoa said...

assis,
SS é um pelé da fotografia.
concorda?

abração,

r.

Primeira Pessoa said...

pólem,
SS fotografa de dentro pra fora da imagem.

trem mais medonho.
de bom.

beijão,

r.

Primeira Pessoa said...

escolheu bem o tema pro seu mestrado, luciano.

deve ter ficado muito legal, tenho certeza.

beijo grande do

r.

Primeira Pessoa said...

carla,
adquiri, recentemente, África, com fotos de sebastião salgado e textos de mia couto.

lindíssimo.
se não tem ainda, adquira.
é de tirar o fôlego.

abração do

roberto

Wilson Torres Nanini said...

Aquele olha doído, de rumo que se depedaça...

Vc que diz não compreender o que é, para mim, ser peeme e poeta, a um só tempo, resumo (ó pretensão! rsrs) essa minha identidade dúbia com a obra de Sebastião Salgado. Como polícia, peregrino pelo mundo dos desvalidos. Como poeta, retrato/denuncio esse mundo.

Forte abraço!!!