Tuesday, June 8, 2010

Barbearia...


32 comments:

Notas & Notícias said...

Um local com uma placa dessa quero distância. Quem entra é preciso se explicar muito bem. senão...
O famoso(a) CCE
Abraço

Adriana Karnal said...

pinta e borda: barba, cabelo e bigode.rsrsrsr

Primeira Pessoa said...

adriana,
dá medo... rs... dizem que quem tem, tem medo...rs

um amigo me falou hoje de uma tabuleta magistral numa barbearia do interior da bahia:

curtume de cabelo - $10
façume de barba - $5

algo assim...rs

abração,
r.

Assis Freitas said...

pois que não entro aí nem a pau,


abração

Primeira Pessoa said...

"aí não entro nem com o pau"... é, zé de assis...

dizem que foi nessa barbearia que roberta close fez aquela famosa operação de mudança de sexo...

Primeira Pessoa said...

notas & amps e noticias...
como diria assis, não entraria nem amarrado... nem pra ganhar dinheiro...

Zélia Guardiano said...

Roberto

Há algum tempo, saí à procura de um jardineiro que me indicaram. Localizei o endereço e vi, no portão, uma placa rústica, improvisada, onde se lia: "Jardineiro Carpelote"
Chamei-o, à nossa moda caipira:
"Seu Carpelote! Seu Carpelote!"
Da casinha modesta saiu um senhor idoso que veio atender-me.
Iniciei a conversa:"Bem, seu Carpelote"...
Ele interrompeu-me, corrigindo: seu nome era João Silva e a placa queria dizer que ali morava um jardineiro que também carpia lotes...rs...

Agora, esta, da barbearia, é autêntico terrorismo...rs... Af!!!

Abração, amigo!

Cosmunicando said...

rsrsrsrs... mas justo hoje que o preço do viagra caiu pela metade???

ah, mas o curtume de cabelo e o façume de barba eu queria ter visto!

(e olha a palavra de verficação que apareceu pra publicar o comentário: "declai"... que coisa sô! rsrs)

bjos

Primeira Pessoa said...

viagra?
o que é isso, mercedes?
é de comer ou passar no cabelo?
não tenho a menor idéia do que cê ta falando... é da bombril? rs

declai é ótimo...rs
ruim mesmo é entrar pra cortar o cabelo e sair despintado...

ou seria, descolorido? rs

abração,
r.

Primeira Pessoa said...

eu rio, porque sou um idiota, zélia...
a simplicidade das pessoas me comove, tenha certeza disto.

mas acho muito interessantes esses deslizes na língua... alguns cometidos por ingenuidade, outros por desconhecimento... o melhor é não levar muito a sério e achar graciosidade (e graça) em tudo.

vez em quando cometo deslizes, eu proprio, semi-alfabetizado. lembro-me que, certa vez, revisando a cronica de uma colaboradora (uma senhora muito austera... séria...religiosa)... recebi uma bronca monumental no dia seguinte à publicação.

onde deveria ter saído menina de tranças, saiu menina de transa.

levei um esporro do tamanho to amazonas.

mas sobrevivi. rs

beijão procê.
r.

Fatima said...

Sinistro(como dizem meus alunos)!
Bjs.

Jorge Pimenta said...

vi a imagem e pensei como as barbearias portuguesas são bem diferentes desta (estão em vias de extinção, diga-se). mas, quando me aprestava para deixar uma nota de comentário bem inocente, eis que me deparo com vozes inflamadas bradando aos sete ventos (as masculinas, pelo menos) que jamais poriam pé e meia naquele chãozinho. o que é que me estaria a escapar? hum... cheira-me que aqui há uma variedade semântica numa qualquer palavra que não tem o mesmo sentido em portugal. e quer-me parecer que não é "corto" nem "cabelo" (hehehe). Estarei enganado :-)?
um abracílimo!

Andrea de Godoy Neto said...

roberto, lugar para se indicar a uns poucos...

mas, fica onde mesmo? rs

(é que hoje estou um pouco má)

beijo pra ti

Primeira Pessoa said...

andrea,
algum malaco ainda dirá que fica na casa do caráio...rs

má? mas por que?

uai... ta fartano o que?

fala que nóis faiz um abaixo assinado aqui no PP...

ei, vê se mióra... cê fica melhor como na fotografia aí do quadradinho: sorrindo.

beijão do
roberto.

Primeira Pessoa said...

jorgíssimo,
tudo porque o filho da galinha, o pinto, no brasil, foi escolhido para designar o órgão sexual masculino.
aquilo que, eruditamente os portugueses chamam de pichota (ou se escreve isto com xis?...rs)...

conselho de amigo: passa longe dessa barbearia que me pareceu uma montagem. a parede da casa, na horizontal, é coisa de americano.

mas valeu pelo bom humor de quem forçou essa barra.

abração procê.
hoje e sempre seu amigo.

o roberto.

Primeira Pessoa said...

fátima,
prum homem, é mais que sinistro...

imagina, chegar numa barbearia e pedir pra cortar e mascarar os cabelos brancos e sair de lá "despauperado"....rs

sinistro é pouco.

abração do
roberto.

Tania regina Contreiras said...

Se tá valendo os "causos" e as lembranças, Roberto, já trabalhei em revisão de textos jornalísticos e vi gente sendo demitida só por causa de uma letra esquecida, a letra "e". Onde foi esquecida? Justamente numa matéria que falava de "esgoto a céu aberto". O céu sem o "e" deixou um pai de família desempregado. Não, não foi justo...só por causa de uma letrinha!

abraços,
tania

Primeira Pessoa said...

tânia, seu causo me fez lembrar do texto da Campanha dos 100 anos da ABI (Associação Brasileira de Imprensa).

A Vírgula
A vírgula pode ser uma pausa… ou não.
Não, espere.
Não espere.

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode ser autoritária.
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado.
Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

E vilões.
Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

Uma vírgula muda tudo!

ABI – “100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.”

ragi moana said...

uma vez eu cortei meu pinto...rs

roberta silva pinto, casando com o sr. leal ficava bem não, né? (apesar que eu seria a primeira a ter um e oficialmente, de papel passado..rs) depois de um tempo preferi cortar o leal, porque sem pinto não dá, né?


palavra de verificação: dircepin (tem alguém rindo de mim..rs)

Andrea de Godoy Neto said...

ah, roberto, e dá pra não sorrir quando se passa por aqui?

carece abaixo assinado, não! só me faltou foi um tantinho de paciência hoje, e quando fico braba, sou má...rs

ri bastante com o comentário do jorge, também.
por aqui, não é incomum ouvir pixota(com xis) ao referir-se a uma menina pequena, criança.

lembrei também do espanto da minha cunhada, que é carioca, quando por aqui chamávamos os meninos de perus/peruzinhos (meninote), que para ela soava pior do que pinto...rs

um sorriso, daqueles, pra ti
beijo

Primeira Pessoa said...

roberta,
eu juro que é verdade.
trabalho numa cidade (ha 26 anos) que tem uma grande colonia luso-brasileira. como a maior parte desta colonia não quis saber de aprender a lingua inglesa e teimam em viver em português ganhando em dólar... acontece dessas coisas...
o único genicologista que fala português por lá é um certo doutor antonio pinto... e, como aqui nos eua chamam as pessoas de senhor ou senhora + o seu sobrenome... ficou doutor pinto...

sim, é o doutor pinto, ginecologista renomado.
dr pinto pra cá... dr pinto pra lá...

daí a minha pegunta:

"que marido, em sã consciência entrega a genitália (e adjacências) de sua mulher pro doutor pinto olhar"?

trem mais de doido, sô...rs

beijão procê.

r.

Primeira Pessoa said...

andrea,
meu irmao antonio é casado com uma portuguesa...rs e essa diferença é um trem medõin... entre tantas diferenças divertidas, descarga de privada é autoclismo... ah, tem um tantão...

cê tem que ler Shifaizfavoire, de mario prata, que viveu uns anos em portugal e criou um divertidíssimo "dicionário" de português.

é maravilhoso. vou descolar um exemplar e mandar pro jorge, amigo querido, pra ele rir dos nossos disparates.

sim, nossos... às vezes nos esquecemos de que a língua foi criada por eles... nós é que degeneramos e avacalhamos com tudo...

beijão do

r.

Fouad Talal said...

Depois dessa profissão aqui, um salão e barbearia de pintos é mole mole, ou duro duro....rsrs

Primeira Pessoa said...

rs...
so uma mente desocupada como a sua, fouad...
fui lá, me debulhei de rir...
tem uma cronica minha em que conto minha aventura num hospital, sendo depilado por uma belíssima enfermeira para um cateterismo...
e numa sala fria pra caráleo (literalmete)... parecia um bunker da CIA...

o bilau vai morar noutro código postal... é deprimente...

não me curei até hoje...

abração do
roberto.

ps: o tião barbeiro é assim, como na foto?

Jorge Pimenta said...

avelhacaram o quê? vocês são folgazões, divertidos e criativos; é natural que a língua evolua girando em torno do sol, como os mais genuínos girassóis. já nós mantemos-nos agarrados àquele cinzentismo conservador que estabiliza, cristaliza num pseudo-orgulho bacoco. eu próprio sou tanto assim (linguisticamente, bem entendido)... mas, olha lá, há poucas coisas mais bonitas nesta nossa terra que um bem-falante com uma pronúncia cuidada na língua de camões, verdade? (hihihi).
respondi à tua nota lá no "viagens", versando sobre a turma; aqui vão as palavras:
"robertílimo, a turma é fantástica!
há tanto que nos aproxima... já só falta mesmo fazê-lo com o poema em pele... e churrasco! :) tu, como guru e guia espiritual, tens a responsabilidade de dar o primeiro passo; eu, como acólito, segui-te-ei (hehe).
um abraço!"

líria porto said...

rio-me, deságuo - e assim, sem trema, é uma tristeza...

a língua do povo é fantástica!

besos

nina rizzi said...

rsrsrs.. boa.

assim como renato, esse é que não dá pra cortar ;)

beijos.

. fina flor . said...

kkkkkkkkkkkkkkk, adorei!!!

ri muito!

beijos, querido e obrigada pela gentil visita

MM.

Primeira Pessoa said...

pois é, monica...
o brasil (e os brasileiros) são capazes deste milagre, que é transformar uma tragédia (tadinhos dos clientes da barbearia) em riso do bom.

bom te ver por aqui.
abração do
roberto.

Primeira Pessoa said...

ja imaginou, nina?
o cara entra barba azul, sai sem barba e totalmente roberta close...
a naváia dá o táio...rs

beijão procê.

roberto.

Primeira Pessoa said...

lírica,
a língua é do povo.

é tudo o que tenho dizer.

beijão procê, dama de araguari.

Primeira Pessoa said...

jorgíssimo,
avacalhar (que é diferente de avelhacar) é algo assim do tipo... "bagunçar"... ou, como diria o google (que é mais sábio que pitágoras... que sócrates (não o politico aí da terrinha)... avacalhar quer dizer esculhambar, denegrir, criticar negativamente, diminuir importância de algo ou alguém.
eita linguazinha complicada, a nossa...rs

abração procê, malabarista das palavras.