Sunday, December 13, 2009

.

















"Paulo tinha fama de mentiroso. Um dia chegou em casa dizendo que vira no campo dois dragões da independência cuspindo fogo e lendo fotonovelas.
A mãe botou-o de castigo, mas na semana seguinte ele veio contando que caíra no pátio da escola um pedaço de lua, todo cheio de buraquinhos, feito queijo, e ele provou e tinha gosto de queijo.
Desta vez, Paulo não só ficou sem sobremesa como foi proibido de jogar futebol durante quinze dias.
Quando o menino voltou falando que todas as borboletas da Terra passaram pala chácara de Siá Elpídia e queriam formar um tapete voador para transportá-lo ao sétimo céu, a mãe decidiu levá-lo ao médico.
Após o exame, o Dr. Epaminondas abanou a cabeça:
-Não há nada a fazer, Dona Coló. Este menino é mesmo um caso de poesia".

(Carlos Drummond de Andrade).

6 comments:

Silvana Nunes .'. said...

Salve!
Muito obrigada pela visita e por seu comentário. Hoje a conexão está dando uma colher de chá, , estou conseguindo abrir alguns blogs menos carregado e deixar o meu profundo agradecimento - é muito bom poder contar com você. Aos pouquinhos eu vou dando conta de tantos amigos, de tantos comentários e de tantas leituras interessantes que aparece. Divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e multiplicidades culturais é a minha verdadeira intenção, afinal ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade ? Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos de idade quando li Ariano Suassuna em "O Auto da Compadecida" - Chicó foi o meu primeiro amor..Penso que falta ao povo brasileiro é esse sentimento de pertencimento, de vontade de preservar o seu espaço lutando por um mundo cada vez melhor. Vemos tantas coisas na TV, escandalos de dinheiro em cueca, em bolsas, em malas e até na meia. Se essa raça de políticos amassem o Brasil e seu povo, isso não aconteceria. Com certeza que não. Porque eles só estão pensando neles próprios, dane-se quem vem atrás : farinha pouca, meu pirão primeiro, é o pensamento de quem não tem esse sentimento de pertencimento por uma nação tão linda, tão especial. Sim, porque aqui ainda é o melhor lugar para se morar. Por isso faço questão de divulgar a nossa cultura, o nosso povo, quem sabe um dia a ficha cai...Pode até ser uma ideologia, mas acredito que o melhor caminho seja a educação, o conhecimento.
Só sei que a coisa me parece estar dando certo, porque até já andei conhecendo alguns blogs iguais aos meus, a cópia é tão grande que até o layout e o corpo de letras são iguais - assim ninguém merece...
Que a Paz e o Bem estejam sempre com você e mais uma vez muito obrigada pelo seu carinho para com o meu trabalho.
Um grande abraço,
Silvana Nunes.'.
Saudações Florestais !
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Magnolia said...

Tambem gostava de ser um caso de poesia :)
BJ

Reflexo d Alma said...

Deus
que delícia de texto,
amo Drummond...
Nessa terça volto com calma pra conhecer outras postagens.
Porém ja encantada!
Bjins entre sonhos e delírios

Primeira Pessoa said...

Silvana,
é uma alegria fazer parte do grupo daqueles que ajudam a empunhar essa sua bandeira, que deveria ser a bandeira de todo brasileiro.
Sua visita me honra muitíssimo.
Abração do
Roberto.

Primeira Pessoa said...

Magnólia,
mas é que és um caso de poesia. és um caso sério de poesia.
mesmo!!!
quem passar pelo seu blog terá a prova cabal disso que acabo de afirmar.
eu sou fã do "Primeiramente", passo por lá todos os dias, religiosamente, pra uma boa bica com cheirinho.
abração do
Roberto.

Primeira Pessoa said...

Moça da Alma que reflete (desculpe-me, mas o post veio sem assinatura),
fico muito feliz que tenha gostado desse cantinho aqui.
É seu.
E de todas as pessoas que não permitiram o embrutecimento da alma e optaram por viver suas vidas na suavidade da gentileza e do bem-querer.
Volte sempre.
Sua visita nos alegra tanto, que dá vontade de correr pra cozinha e "passar" aquele cafezinho que só servimos aos amigos.
A casa é sua!
Abração do
Roberto.