Thursday, December 31, 2009

A certa altura da vida começamos a aprender
a esperar o tempo. A certa altura da vida o que
nos mata não são as horas. O que nos mata são
as palavras e a ausência de palavras.

Baptista Bastos

*

10 comments:

Lara Amaral said...

Pura verdade...

Beijos e ótima noite!

Kika Domingues said...

Em seu Blog ainda vou "viajar" mas... O que me fez viajar mesmo foi "você por você mesmo" SIM!
pura poesia. Acho lindo quando alguém consegue se definir assim desta forma como você fez. Verdadeiramente belo! FELIZ 2010!
ps: Cheguei até vc atravês do LINDO Blog da Berenice

Primeira Pessoa said...

Lara, feliz 2010para todos nós.
Evocando Pessoa, a poesia fala a verdade mesmo quando o peta, fingiddor, finge a sua dor (aquela que deveras sente).
Abraço primeiro de 2010.
Roberto.

Primeira Pessoa said...

Kika,
fico grato pela visita ao blog. Sinta-se à vontade.
Faça-se em casa.
Feliz 2010.
Abração,
Roberto.

líria porto said...

é!!!

ah - e quando chegarás? estás melhor da bronquite?? tomara!!!

besos

Primeira Pessoa said...

Líria,
nunca estou melhor da bronquite.
e esta crônica é antiguinha. rs
não sei quando irei, líria. esses 4 primeiros meses estão descartados. é provável que eu vá após as eleições na associação de imprensa (segunda semana de maio). não sei ainda.
assim que souber eu te conto.
beijão,
R.

LauraAlberto said...

Arrependimento

Não me arrependo de nada
do que fiz até agora
mas se comparo ao eterno
lá vai tudo borda fora.

Agostinho da Silva

Bom ano!

Primeira Pessoa said...

Oi, Laura!
Que bom tê-la por aqui, outra vez.
Sim, que nosso ano seja um ano do tamanho do nosso mereceimento.
E que mereçamos que seja bom. Muito bom.
Ábraço grande do
Roberto.

LauraAlberto said...

Roberto,
com uma escrita como a sua, voltarei mais vezes!!!
Continue!

Primeira Pessoa said...

Partindo de você, que aprecia literatura, trata-se de um elogio que guardarei na parte mais alta de minha prateleira.
Muito grato pelo carinho.
Roberto.