Saturday, January 2, 2010

E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre.
(Miguel Sousa Tavares
)

6 comments:

líria porto said...

taí - sabedoria é mesmo assim!!
besos

Primeira Pessoa said...

Líria,
sei que não sou dono de nada. Tá tudo hipotecado com Ele, o Senhor de tudo. Até aqui, tenho pagado em dia as prestações.
Beijão,
R.

Tereza Freire said...

É verdade, Roberto. Vivemos a eterna ilusão do "ter" sem nos dar conta que simplesmente "somos". Mesmo a vida, em sua maior plenitude, não nos pertence. Somos apenas inquilinos de uma matéria que um dia não existirá mais. Ihh! Comecei a nostalgia... isso não é bom... Gosto sempre de dizer que "pensar demais é prejudicial à saúde"- eu advirto! Beijos.

Primeira Pessoa said...

pois é, Tereza...
o ter e o ser...rs
essa sessão "papo cabeça" vai loooonge...
viver dá um trabalhão danado, eu sei, mas é bom.
olha, eu digo: não pensar é ainda mais prejudicial à saúde.
pelo menos uma vez por semana, eu penso...rs
logo existo.
abração do
R.

Berenice said...

Roberto, um ano "bom" com tudo pra ser muito bom mesmo! Uma visita nova no meu blog e venho dar aqui nesse espaço cheio de boas idéias. Uma nova amizade, tem coisa melhor?!

Que lindo texto esse do Miguel Souza, gostaria de pegar emprestado :)

Ano bom pra nós!
Bjos
Berenice

Primeira Pessoa said...

Berenice,
a amizade é uma das coisas mais belas dessa vida, sim.
e, quanto ao conteúdo do blog, pode pegar o que quiser.
Isso aqui é nosso.
E obrigadíssimo pelas palavras carinhosas.
Abração do
Roberto.